SABEMOS QUEM SOMOS

Lucas 10: 30-34

Nós sabemos quem somos, porque sabemos onde estamos. Se alguém perguntar o que você é, a primeira coisa que vem em sua mente é: sou brasileiro. Onde nós estamos gera uma conscientização de quem nós somos. A Palavra de Deus diz que nós estamos em Cristo e este fato tem que produzir dentro de nós uma verdade de quem nós somos. Se alguém, porventura, disser alguma coisa ao seu respeito que não é verídico, isso não pode afetar você.

Nós termos no evangelho de João (capítulo 1), uma história impressionante entre tantas outras na Palavra de Deus. Nela, encontramos valores espirituais muito fortes. Esse relato fala do encontro entre Jesus e um fariseu chamado Nicodemos. Durante o diálogo Jesus nos revela como nos tornamos em uma nova criação, de como nós, nos tornamos herdeiros do Reino de Deus. Aqui, nós temos a revelação de onde nós estamos e por isso sabemos quem somos.

Há três desejos que movem o universo: cobiça, egoísmo e compaixão. Quando as pessoas se movem pela energia da cobiça, elas querem aquilo que não é delas. Veja o que diz a Palavra de Deus: “Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença”. Êxodo 20:17

Em Mateus 6: 11 diz: “Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia”. Este texto está informando: aquilo que é nosso está nas mãos do nosso Pai e não nas mãos do nosso próximo. Por isso que a Bíblia diz, não cobice o que é do próximo. Peça ao seu Pai.

Por quais motivos a Palavra de Deus coloca tantas promessas para mim e para você? Para nós cobiçarmos as promessas de Deus. Vamos pedir a Ele o que nós desejamos.

Em Efésios capítulo 4: 22 e 23 está escrito: “Quanto à antiga maneira de viver”. Se a Bíblia fala da antiga é por que existe a nova. Vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos como cobiça e egoísmo. Precisam ser renovados em um novo modo de pensar. Você percebe que se mudarmos o modo de pensar, deixamos de ser religiosos e egoístas e começamos a ver as necessidades do próximo.

O terceiro desejo é a compaixão. No livro de Lucas capítulo 10:33-34 está escrito: “Um samaritano, porém, que ia de viagem aproximou-se do homem e vendo-o teve compaixão. Chegando-se atou-lhe as feridas derramando nelas azeite e vinho e o pondo sobre o seu animal, levou-o para uma hospedaria e tratou dele”. Queridos, percebemos nesse texto que a compaixão inicia quando nascemos de novo, quando temos uma mente renovada, onde a cobiça no que não é nosso e o egoísmo no não ficam presentes em nossas mentes.

Deixe uma resposta